Como ganhar clientes através do silêncio
Evite falar mais do que o necessário. Use o silêncio a seu favor na hora de conquistar clientes. Vem saber mais sobre isso!

Nós, seres humanos, temos a grande tendência de não gostar do silêncio. Não necessariamente o silêncio que você experimenta quando está sozinho numa casa de praia às 15h27 de um sábado de verão.

Me refiro ao silêncio que irrompe em meio a uma conversa quando duas pessoas não encontram assunto para emendar no que vinha sendo conversado, ou estão refletindo sobre o que acabaram de dizer.

Permita-me ilustrar melhor com essa situação hipotética:

Você está conversando com uma pessoa amada acerca de algum ocorrido que te aborreceu. Sua intenção é fazê-la perceber que determinada atitude por parte dela te magoou, e um pedido de desculpas seria o suficiente para acalentar a situação.

Pessoa A — Você sabe que não gosto quando você reage assim. Eu gostaria que você fosse mais sensível e entendesse o meu lado.

Pessoa B — Sim, eu sei. Não foi minha intenção te magoar, mas eu estava muito nervoso naquela hora e acabei fazendo o que fiz. Você me desculpa?

A — Tudo bem, eu entendo. Te desculpo…

B — (…)

A — Mas eu não suporto o fato de que você age dessa forma toda vez que fica nervoso. Não tem como você se controlar melhor?

B — Não é culpa minha! Eu gostaria de não agir assim, mas você também parece não entender que não faço porque quero.

A — Eu entendo! Só que é insuportável ter que lidar com isso toda vez que surge essa situação. Você não acha qu—

B — Ah, quer saber, deixa pra lá também. Toda vez é isso… não é possível que você nã—

E segue o diálogo, que já virou uma briga, e pode acabar em uma bem feia. Tudo isso poderia ter sido evitado se a pessoa A (você), talvez soubesse manter o silêncio ideal que surgiu após ter aceitado as desculpas.

Contudo, eis aí a nossa incontrolável vontade de manter a conversa fluindo. Já dizia o provérbio:

“A conversa vem por natureza, o silêncio pela sabedoria”.

Continue lendo o artigo

Chris

Chris

Motion designer. Além de passar o dia me divertindo com keyframes, paleta de cores e movimentação de câmera, eu amo livros velhos de capa dura, desejo entender cada vez mais a mente e seus vieses, vivo aprendendo a aprender, escrevo as tarefas do dia em post-its e sou graduado em música.

Compartilhe este texto!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

© 2019 ✉ chris@peregom.com

en_US
pt_BR en_US